top of page
  • Foto do escritorTendere Tendere

O que é processo criativo na moda

Por Clarissa Cardoso (do blog https://cccoolandcheap.blogspot.com/ )

E Patricia Sant'Anna (adição feita em 08 de agosto de 2022)

Um mar de referências, como não se perder?

"Não dá para pegar o design com as mãos. Ele não é uma coisa. É um processo. Um sistema. Um modo de pensar." Bob Gill in Graphic Design as a Second Language


A definição mais simples de design é: a solução inteligente de problemas. O design de moda compreende um processo que percorre o trajeto desde o nascimento de uma necessidade até o suprimento desta necessidade por meio da criação de um produto. Este processo complexo pode ser desmembrado em sete etapas:


1. Definir o problema

2. Pesquisar

3. Gerar ideias

4. Testar protótipos

5. Selecionar soluções

6. Implementar

7. Aprender


No caso da moda o processo criativo costuma ser mais acelerado, ‘pulando’ e/ou fundindo etapas. Na Tendere ajudamos os clientes não só a encontrar o seu processo criativo propriamente, mas também como ele se organizará de maneira prática em seu dia a dia de trabalho em uma marca de moda.


Lógico, que por ser mais acelerada, podemos simplificar os 7 passos em 3:

  1. Definição do problema (briefing),

  2. Pesquisa (tendências, concorrência, mercado etc.) e

  3. Geração de ideias (soluções criativas).

Para se chegar a uma coleção de moda competitiva é necessário que ela seja coordenável, tenha o mix de produtos adequado e converse com as aspirações e desejos de moda do compradores (buyers e shoppers)

1. Definição (Briefing): A primeira etapa consiste em definir o problema de design a ser solucionado e a segmentação a ser atendida. Por exemplo, criar uma coleção de outono inverno, para o público jovem plus size feminino.


2. Pesquisa: O segundo passo é a pesquisa com enfoque na solução, claro. Basicamente precisamos reunir, ordenar e analisar dados internos e externos, de mercado e criativos. O que isso significa?

  • Internos: análise do histórico de vendas, entrevistas com as clientes etc.

  • Externos: benchmarking (concorrência), contexto do setor etc.

  • Mercado: contexto econômico (macro e micro), crises socioculturais (globais e locais) etc.

  • Criativos: contexto das artes, design, pesquisa de tendências (cores, materiais, shapes, padronagens, desfiles, influenciadores etc.), coolhunting (trabalho de campo) etc.

A pesquisa cria o cenário e o manancial criativo com o qual o designer vai se alimentar para criar as soluções, isto é, peças e coleções de sucesso. Estes estudos nos dão um chão mais sólido e limitações necessárias para criar como a paleta de cores, os temas a serem explorados como motivos criativos, a qualidade dos materiais e detalhamentos que devemos explorar etc. Tudo isso reunido visualmente em um moodboard. Ou seja, nele se reune a cartela de cores, as formas, os temas, e as soluções que vão inspirar não só a coleção, mas toda a comunicação desta coleção.


Exemplo de moodboard (Creative Commons)

3. Geração de ideias (Soluções): A pesquisa vai fornecer as necessidades e motivações do consumidor final, e, no caso da moda, é importante agregar a estas informações, as tendências que estão por vir, ou seja, algo que a(o) consumidor(a) muito provavelmente vai desejar vestir porque já está sendo sensibilizado para tais temas, cores, texturas, formas etc. Compilando tais dados, o designer consegue ter um direcionamento para ter os elementos mínimos para criação:

  • cartela de cor/materiais,

  • temas

  • formas e caimentos

  • texturas

A patir daí ele consegue desenvolver a coleção com segurança e muita criatividade, isto é, elabora croquis e se decide o mix de produtos. Uma vez que a equipe 'bate o martelo' sobre quais são as peças que vão compor a coleção, passa-se aos desenhos técnicos (shapes, materiais, design de superfície e cores).


A partir deste momento, inicia-se o processo de desenvolvimento de produtos, que na indústria da moda é composto por modelagem, pilotagem e ampliação. Na Tendere chamamos essa fase de DESENVOLVIMENTO. E em outra postagem, explicamos as etapas desta parte do processo.



Dicas de talks, documentários e livros:


  • Deseja entender mais sobre o processo criativo na indústria da moda, Steve Brown nos explica sobre a revolução tecnológica na moda e o novo papel do designer neste TED Talk.

  • Documentário: no recém-lançado Dries (2017), disponível na Netflix, um dos principais designers de moda da atualidade, o belga Dries Van Noten, mostra-nos os bastidores de seu processo criativo.


Para ler recomendamos:


Quer compartilhar boas referências sobre Criação e Desevolvimento de Coleção de Moda? Fale conosco!

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Post: Blog2_Post
bottom of page