• Tendere

12 influenciadores digitais de moda e estilo do hemisfério sul que você precisa conhecer

Vivian Berto de Castro


Pesquisa de moda para hemisfério sul: esse é um dos fatores mais importantes da metodologia de pesquisa de tendências da Tendere e um de nossos maiores diferenciais. Esse hemisfério sul é “ampliado”, ou seja, entendido sob a ótica não tanto geográfica, mas histórica, política, territorial e de fluxo de pessoas.


O hemisfério sul da Tendere é entendido como: América do Sul, Central e parte da América do Norte (de formação ou influência latina, como o México, sul dos Estados Unidos e Havaí), África Subsaariana e Oceania (Austrália e Nova Zelândia). Este modo único de estudar o fluxo de informação de tendências tem alto teor de acerto na geração de informação estratégica.



A faixa amarela corresponde ao hemisfério sul ampliado. As estrelas correspondem às capitais da moda no hemisfério norte.

A importância dos influenciadores digitais


Internet, mídias sociais, informação instantânea e transmitida de maneira horizontal entre redes de pessoas mudaram nossa maneira de consumir moda. O modelo de disseminação de tendências mais utilizado atualmente é o trickle across, também chamado rizomático ou, simplesmente, “efeito meme”. Ao invés das tendências de disseminarem a partir de um ponto focal “acima” – designers, celebridades etc. – ou abaixo – culturas alternativas e grupos de jovens –, como seriam os modelos tradicionais de disseminação, agora as tendências podem surgir de todos os lugares. A internet e suas ferramentas facilitam o acesso de informação de moda de pessoas com as quais nos identificamos, mesmo que elas estejam do outro lado do mundo, e não passem por uma “legitimação” midiática tradicional.


O universo dos influenciadores digitais, e, em especial, dos microinfluenciadores, é extremamente relevante nesse sentido. Essas pessoas dialogam e exibem gostos de grupos pequenos e diversos de consumidores. São referências para qualquer profissional que pesquisa tendências, pois mostram informações que grandes marcas, desfiles, mídia etc. não conseguem captar de primeira mão. E tudo a poucos cliques (ou toques na tela) de distância de qualquer pesquisador.


Por outro lado, os fluxos de informação e os grupos de gosto do hemisfério sul só ganham com esses influenciadores, que enaltecem uma imagem de moda cheia de referências globais. É por isso que vemos referências tão interessantes como uma influenciadora de “moda modesta” em plena Cidade do Cabo (Aqeelah Harron Alley) e a maior influenciadora de moda da Austrália ser uma orgulhosa descendente de chineses (Margaret Zhang).



O mapeamento para descobrir novos microinfluenciadores e como eles atuam como referências estéticas e comportamentais é incessante na Tendere. E baseados em pesquisas recentes, selecionamos 12 influenciadores – de micro a celebridade do cinema – do hemisfério sul que você precisa conhecer.


México


1. Steff Echegoyen


Peru


2. Ale Mazzini (Fashion in da hat)



Chile


3. Monrix

Jamaica


4. Rashade St. Patrick (Mr. Kingston Belle - radicado em Nova York)


Porto Rico

5. Natasha Bonet


Estados Unidos (Flórida)


6. Danie G. (Journey of a Braid)


Austrália


7. Margaret Zhang


8.Brayden Stiles


África do Sul


9. Palesa Mokubung


11.Aqeelah Harron Alley (Fashion Breed)


O que você achou de cada um deles? Tem algum influenciador para sugerir para nossas futuras pesquisas? :)

9 visualizações

Tendere Pesquisa de Tendências e Consultoria em Tecnologia Industrial Ltda

CNPJ: 13.977.395/0001-29

Endereço: Rua Bartira, 1060/31 - Perdizes, São Paulo - SP, 05009-000

E-mail: tendere@tendere.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest
  • YouTube